Presidente da CBDG, Matheus Figueiredo é reeleito para o Conselho de Administração do COB

7 de outubro de 2020

Foto: Miriam Jeske / COB

Na manhã desta quarta-feira (7), no Rio de Janeiro, em eleição que definiu a sequência do mandato de Paulo Wanderley à frente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), ao lado do vice Marco Antônio La Porta, também foram eleitos os oito integrantes do Conselho de Administração da entidade e o novo membro independente do Conselho de Ética.

O desporto de inverno demostrou sua força nas eleições baseado nos ótimos trabalhos da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG) e da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), que tiveram seus dois presidentes eleitos para o Conselho de Administração.

Presidente da CBGD, Matheus Figueiredo foi o terceiro mais votado, com 31 votos, para uma das sete vagas para membros de Confederações Brasileiras Olímpicas – a outra foi para um membro independente. “A eleição para a presidência e para o Conselho foi um momento democrático importante para o COB e para todo Movimento Olímpico, com a participação maciça de Confederações e atletas neste processo. A eleição para o Conselho de Administração é uma grande responsabilidade para que a gente torne o COB cada vez mais forte, cada vez mais transparente e com a participação cada vez maior de atletas, Confederações, Comitê Olímpico e de todo o Movimento Olímpico”, afirmou.

O presidente da CBDG ainda reforçou a importância de um Conselho atuante: “Temos uma responsabilidade muito grande de sermos propositivos, de forma que possamos apresentar novas e boas propostas de governo para gerar maior transparência e participação das pessoas dentro das decisões do Comitê Olímpico do Brasil”, disse.

Foto: Miriam Jeske / COB

O Conselho de Administração terá 13 membros a partir de 2021. Junto com os oito integrantes recém-eleitos, farão parte do colegiado: o presidente do COB (Paulo Wanderley), o presidente e o vice da Comissão de Atletas do COB (atualmente o judoca Tiago Camilo e a pentatleta Yane Marques) e os dois membros brasileiros do Comitê Olímpico Internacional (Andrew Parsons e Bernard Rajzman).

Conselho de Administração: 7 vagas (Confederações Brasileiras Olímpicas)

1) Jose Luiz Vasconcellos (CBC): 37 votos
2) Karl Anders Ivar Pettersson (CBDN): 35
3) Matheus Figueiredo (CBDG): 31
4) Raphael Nishimura (ABEE): 30
5) Alberto Cavalcanti Maciel Junior (CBTKD): 28
6) Silvio Acácio Borges (CBJ): 27
7) Ernesto Teixeira Pitanga (CBTri): 24
8) Enrique Montero Dias (CBLP): 21
9) João Tomasini Schwertner (CBCa): 21
10) Adalvo Argolo (CBSurf): 17
11) Luiz Fernando Coelho de Oliveira (CBDA): 15

Conselho de Administração: 1 vaga (membro independente)

1) Ricardo Leyser Gonçalves: 20 votos
2) Georgios Stylianos Hatzidakis: 13
3) Marcus Vinicius Freire: 8
4) Rodney Rocha Miranda: 7
** Adriana Sanches dos Santos, Maria Pia Buchheim e Willian Miotto Nadir não foram votados

Conselho de Ética: 1 vaga (membro independente)

1) Humberto Aparecido Panzetti (candidato único)

Recomendados:

04/04/2019

Larissa Paes encerra período de treinos nos Estados Unidos

Atletas teve grande evolução nos treinos realizados em Salt Lake City

Twitter
Facebook

Ler mais