Hockey no gelo brasileiro dá importantes passos para o desenvolvimento

11 de junho de 2019

O hockey no gelo do Brasil vem dando importantes passos para o seu desenvolvimento. Recentemente, foi autorizada a captação de R$ 351.865,37 em incentivos fiscais, vinculados à Lei de Incentivo ao Esporte, para que a Diretoria de Hockey da CBDG execute um projeto de alto rendimento. Com ele, será possível custear treinamentos no Brasil, realização de uma clínica com treinadores estrangeiros e a participação da Seleção Brasileira em competição da modalidade fora do país.

A autorização de recursos vinculados à Lei de Incentivo ao Esporte é uma excelente oportunidade para desenvolver a prática. Com ela, empresas tributadas por lucro real podem aportar no projeto até 1% – e pessoas físicas até 6% – do imposto de renda devido. Os envolvidos recebem este valor integralmente de volta na restituição de IR seguinte.

A notícia chega em um importante momento para o hockey nacional. Isso porque, em paralelo, um excelente trabalho de desenvolvimento de atletas brasileiros já vem sendo desenvolvido. Visando minimizar o tempo entre a entrada do Brasil no ranking oficial da modalidade e a obtenção de resultados relevantes, a equipe do Núcleo de Alto Rendimento de São Paulo (NARSP) propôs à Diretoria de Hockey da CBDG a formação de um grupo com jovens de 16 a 20 anos de idade que serão periodicamente avaliados. O propósito? Transformá-los em atletas de rendimento.

Há poucos dias, ocorreu o terceiro ciclo de avaliações físicas deste grupo experimental de jogadores de hockey. Com a participação de vários jovens, o Brasil deu mais alguns passos importantes rumo ao alto rendimento da modalidade.

Recomendados:

04/04/2019

Larissa Paes encerra período de treinos nos Estados Unidos

Atletas teve grande evolução nos treinos realizados em Salt Lake City

Twitter
Facebook

Ler mais