Confederação Brasileira de Desportos no Gelo

Equipe brasileira de Bobsled conhece pista de PyeongChang

Edson Bindilatti Pyeongchang

PyeongChang vai sediar os Jogos Olímpicos de Inverno apenas em fevereiro de 2018, mas atletas de diferentes modalidades já visitaram a cidade sul-coreana para conhecerem as futuras arenas olímpicas. A partir desta semana é a vez dos competidores de bobsled e skeleton desembarcarem no local – e entre esses visitantes está a equipe brasileira de bobsled.

O piloto Edson Bindilatti e os pushers Erick Vianna e Edson Martins chegaram nesta quinta-feira, 2 de março, em PyeongChang. Eles participarão de treinos e descidas no Alpensia Sliding Center e buscam extrair todos os detalhes da pista recém-construída. Atual 17º no ranking internacional do 4-man e 32º no 2-man, o Brasil está em boas condições para garantir a classificação olímpica nas duas categorias.

Além dos treinos oficiais, PyeongChang sedia a última etapa da Copa do Mundo de Bobsled e Skeleton entre 17 e 19 de março – o Brasil deve competir na prova de duplas. A competição encerra a temporada para as duas modalidades. Depois, a partir de outubro deste ano, começa a temporada olímpica – o período pré-olímpico termina no dia 14 de janeiro de 2018.

Localizada no resort Alpensia,  distrito de PyeongChang, a pista foi construída especialmente para o evento e vai abrigar as provas de bobsled, skeleton e luge. No total, são 2.018 metros de extensão e capacidade para receber 7 mil espectadores.

Deixe uma Resposta.